4.2.15

Exótic - Baile dos 50 Tons - Nesta Sexta!



Amigos e amigas fetichistas,

Está chegando à hora de mais uma super edição da: "Exòtik Fetish Fest” na mais nova edição com o tema – O Baile dos 50 tons". O evento será na próxima Sexta-feira, dia 06 de Fevereiro, a partir das 23 horas e no nosso tradicional Espaço Marun, localizado na Rua do Catete, 124 – Catete – RJ.

Venha se divertir nessa grande festa fetichista, onde teremos um excelente espaço liberado para qualquer prática fetichista: Trample, adoração de pés, Spanking, Torturas de todo o tipo, Poney Boy, Velas, Voyerismo, Shibari, Dog Play, Cross Dresser, Bondage, CBT, Suspensão, uma linda performance burlesca com Alicce RedDesire e muito mais. Muita gente bonita já confirmou presença.
O Espaço Marun  é novamente a casa escolhida para abrigar essa grande festa, o local é super discreto e seguro. Teremos o DJ Finno tocando a noite som dos anos 80, Eletro Pop, House, Tribal e muito Rock'n'Roll, além de vários filmes BDSM e fetichistas selecionados por mim e pelo experiente VJ Mário Tapete.
Haverá ainda Fetish Shows, variadas performances de BDSM, Alicce Red Desire, estande de acessórios, Leilão de escravos e a sensação do momento – a linda tequileira – que literalmente agita a noite e a cabeça dos convidados em um show de muita ousadia e sensualidade.

Ingressos no local:
Homens 60 Reais (Com nome na lista pagam somente 50 Reais)
Mulheres 40 Reais (com nome na lista pagam somente 20 Reais)
C. D. 40 Reais (a noite toda)

Lista amiga: Existem três o opções para colocar seu nome na lista e arranjar o desconto:
1-     Colocando o nome na página do evento no Facebook
2-     Mandando um SMS com o seu nome para: 21 9 9784 6948
3-     Mandando um e-mail para mim até as 18 horas do dia da festa – quaternado@yahoo.com.br

Dress Code (opcional) : Máscaras, Fantasias em Geral, All Black, Fetish, Couro, Latex, Lingerie, Vinil, Style Sexy, Goth e Zentai

Informações: 21 9 9784 6948    
Lótus Produções Fet
* Proibido fotografar
* Sujeito à lotação e alteração sem aviso prévio.
* Classificação etária 18 anos

15.1.15

Exótic - Happy Birthday - Ata



Se te pedirem para fechar os olhos e imaginar um casal fazendo as pazes e se reconciliando após alguma discussão passageira que sempre deixa certas mágoas e irritações, você vai imaginar uma praça em um dia claro de sol? Flores na mão do namorado e traços de um sorriso meio orgulhoso nos lábios dela? Ou prefere imaginar um parque de diversão em plena ebulição? Com direito à roda gigante e sorvete branco de baunilha escorrendo como esperma pela casquinha em formato de pênis?
Visualizemos um cenário diferente, bem menos baunilha que o sorvete: uma sala parcialmente escura, parte integrante de uma festa um bocado underground, freqüentada por praticantes de uma arte cuja sigla é BDSM, e que o casal acima imaginado cumpre a tal reconciliação. Pra quem a assiste ao vivo e desconhece os fatos aqui narrados a cena pode parecer um tanto teatral, e até mesmo já ensaiada, contudo não houve planos ou acordos. A moça de vinte e poucos anos manda o rapaz se deitar, é o dia em que ele comemora seu aniversário, e nesse momento a festa está apenas no começo. Ele primeiro se ajoelha, retiras calmamente as sandálias beges dela e beija seus pés, depois tira a própria camisa e a estende no chão, em seguida deita suas costas sobre a peça de roupa. A Rainha em questão chama-se Camille Dame, ela pede ajuda para um amigo, o Dom Bianco, que está ao lado e oferece com prazer suas mãos para servirem de apoio. O escravo ao chão sou eu, feliz e apreensivo ao mesmo tempo com o momento. Nunca fiz Trample com minha Rainha em situação semelhante, ou seja, ela ainda com uma pontinha de raiva pela breve discussão que se sucedeu pouco antes da nossa concentração no bar de sempre. Sobe com força, mais do que eu esperava, começa um pisoteamento forte, como aquela marcha militar em que os cadetes têm que levantar as pernas quase na altura do próprio tórax para bater com força as botas no chão e fazer o barulho desejado em exibições onde se acompanha a banda musical em paradas de festas comemorativas. E as pisadas viraram pulos, e depois chutes. Achei que não agüentaria por muito tempo, o público em volta também não. Olhavam-me com interesse sádico e admiravam a capacidade de destruição daqueles pés branquinhos e pequenos que pouco antes eram inofensivos em seus passinhos ritmados na pista de dança da festa. Olhei pra cima, suas pernas não vacilavam, os pulos não erravam, vinham certeiros ora no estômago, ora no peito, meu saco era poupado, mas nas horas dos pequenos intervalos de descanso era nele que os calcanhares da Deusa pousavam o peso. O massacre foi hard, não sei quanto tempo durou. Lembro de um meio tempo, e com ela ainda em cima, em que tive que beijar, cheirar suas solas enquanto seu peso dificultava minha respiração, quase apaguei. Mas resisti. Lembro de me levantar, sentar e receber um cafuné, as pessoas me olhavam. Meu Deus! Fiz meu primeiro trample com quarenta anos, e o mais hard da noite. Era o começo da primeira exótic do ano.

Não marquei concentração porque não sabíamos se iríamos aparecer mais cedo por lá. Acabou que chegamos umas vinte e três horas, a casa ainda estava fechada e pra animar encontramos com o amicíssimo casal Gaúcho e Fada. Fomos pro bar! Não tinha nenhum fetichista por lá, sentamos numa mesinha escondida em frente ao banheiro e começamos a beber e a falar de cinema. Eu bebia cerveja sem álcool, que não é tão ruim como dizem. Vocês já sabem que parei de beber né? Na verdade parei 95% de beber, os 5% que irei me permitir ocasionalmente ao álcool acontecerá no decorrer das festas fetichistas ou em momentos comemorativos, como um aniversário, um casamento ou acertando números lotéricos. Na festa de sexta, tomei quatro Stellinhas, uma me foi dada pelo grande amigo Mal Podo. Como Mário sempre me dá uma cerveja de aniversário e dessa vez ele não esteve presente, vou cobrar na próxima!
O Dj mudou de lugar no palco do trample, ele foi pro canto da porta, e as plays estão acontecendo bem no meio do palco e no antigo lugar onde ficavam os apetrechos do som. O lugar é melhor, acho que tem mais apoio para as Deusas se segurarem. A anfitriã lótus foi a primeira a abrir o espaço, levou um escravo lá pra cima e pisou bastante nele. O cara era um novato, de uns vinte e poucos anos, não o conhecia, mas mandou bem no chão. Lótus ameaçou subir de salto, mas subiu descalça, depois deu uns fortes chutes com a sola na barriga e no peito. Tem uma garotada boa aparecendo nos eventos, são resistentes a tramples e não ficam envergonhados em fazer plays. Tinha também um casal jovem e bonito que participou bem da festa, brincavam a sós os dois: adoração de pés, trample, e alguns tapas. Mas via-se que se divertiam, que essa era a vibe deles ali. Na pista uma linda adoração de pés entre a Senhora Lúcia e um escravo. Essa ainda fez um hard trample com Gaúcho, subiu de salto e pisou muito no rapaz.
Depois disso o palco deu lugar a umas lindas cenas de spanking. Lótus chicoteou pra ver o Severin Montty, que resistiu bravamente por um longo tempo. Esse cara agora também e VJ na festa, e leva uns filmes raros, sensacionais. Ele tem um profundo conhecimento de cinema underground e alternativo, sabe muito sobre o BDSM na sétima arte, e sempre que da tempo trocamos altas idéias.

Na parte de fora, área onde ficam os fumantes, as plays estavam rolando solta, a festa estava lotada e qualquer canto era usado pra algum tipo de fetiche. Meu amigo Dom Ferreiro usou umas das mesas para debruçar a Mortícia e aplicou-lhe várias chicotadas, numa das performances com mais público na noite. Sua escrava também foi chicoteada por ele mais tarde. Ao lado dessas plays rolou uma cena que pouco vejo nas festas, um cara adorando uma Rainha de pés sujos. São raras as Rainhas que vão com as solas sujinhas ou que andam descalças com o propósito de sujá-las para que alguém as limpe com a língua. E tem muito podo que gosta dessa prática, alguns só tem a vergonha em assumir e fazer ao vivo perante terceiros. O que não foi o caso desse cara, cujo nick é Gabriel Podo, que sentou aos pés da Rainha Morgana e lambeu suas solinhas negras de sujeira, não se importando com nada além do seu fetiche. Mandou bem Gabriel!
Tinhas umas meninas fazendo uma performance com faca, vela, chicote e etc. Bem legal! Teve até uma sub que teve as costas costuradas, ou furadas por agulhas, e fazia-se um laço. Não é minha praia, mas acho o máximo. Um puta trabalho de arte!
Não posso deixar de registrar a presença do meu grande amigo Paulista. Com o visual diferente (barbudão) ele estava lá, simpático como sempre e curtindo de montão. Não o vi fazendo nada, mas tenho altas recordações desse cara em ação, esse tem história.

A tequilatrix mandou muito bem, como sempre! Deu seu show enquanto escolhia uns sortudos entre os presentes para ir ao palco sentir seus poderes. Colocava o cara sentado na cadeira, rodeava-o sorrateiramente e começa uma suave dominação, que podia ficar mais pesada se a pessoa consentisse em gestos. O primeiro a curtir a atração foi o Mal Podo, que foi literalmente pisoteado em cima da cadeira, depois foi o Severin Montty. Outras pessoas também foras escolhidas, mas não fiquei pra assistir.
Outro show de estrema sensualidade foi o da Allice RedDesire. Deixou o público babando.
Na parte de fora as plays continuavam acontecendo, Rainha Madeline dominava e tinhas seus belos pés adorados por um escravo que não sei o nome. E em um cantinho escuro escondidinho um casal se curtia, ele chupava cada dedinho do pé dela e lambia toda a extensão de suas solas. Ela relaxava, curtia como se fosse um orgasmo!
Gaúcho foi o cara que mais fez trample, toda hora uma Deusa subia nele, lembro da Branca de neve pulando no seu rosto. Rainha Camille Dame também o pisou muito, tanto que até o fez pedir água, coisa rara em se tratando de Gaúcho no trample.
Em Frente ao palco, Peccatore levava uma verdadeira surra da sua bela Rainha Nanda Hell. E que chicote que nada! A Rainha socava sua barriga com toda a força e levantava a perna bem alto para chutar seu peito e sua barriga, sobrava até pro saco! Grande play!
A noite foi perfeita, e se pode dizer que houve algo negativo, foi o cara nu da cintura pra baixo que ficava perambulando pela festa. Não que esse fetiche seja proibido, nossas festas são feitas para que as pessoas se sintam bem da maneira que quiserem. Mas parece que o cara ultrapassou os limites do razoável e estava mexendo no seu pintinho de um modo desrespeitoso. Houve várias reclamações. E nada que uma boa conversa não resolva.Acho que ele não fez por mal, foi falta de entendimento sobre os limites da razoabilidade. O cara parecia ser do bem.
Já eram quatro da manha quando a Anfitriã Lótus convocou os aniversariantes para comemorar junto com ela mais um ano de vida. Subimos ao Palco eu, Camille, Jade, Lótus e Rainha Donatella. Cantamos os parabéns e fiz meu primeiro discurso sóbrio em anos de festa. Depois distribuímos o bolo, e teve pra todo mundo que quis comer. Estava ótimo!
Fechei a noite com a Rainha Fada me pisando. Caminhou firme por todo o meu corpo, dançou duas músicas inteiras em cima de mim. Pulou e andou como quis!

Quero agradecer a todos os que comparecerem ao evento, ao carinho de sempre. Agradeço aqueles que queriam está lá, mas por força maior não puderam. Um beijo especial na Lótus, pela vontade de sempre estar fazendo o melhor. Foi uma noite inesquecível. A todos os amigos que mandaram parabéns pelo Facebook, tentei ir lá e agradecer pessoalmente a todos, mas sou leigo naquilo, e não consegui agradecer todo mundo. Sintam-se então abraçados. Valeu mesmo. Poney e Jade obrigado pela Carona. Bianco pela Força! Camille, sem palavras, só perfeição.
Mês que vem tem mais. Folia e fetiche, tudo a ver. Beijos!

5.1.15

Meu Niver na Exótic! Nesta Sexta!



Meus amigos fetichistas,
Está chegando o grande dia, a aguardada primeira festa fetichista de 2015, e como já é de costume em começos de ano, comemoro meu aniversário com vocês, meus queridos amigos e amigas que me acompanham a mais de uma década nesse lindo universo fetichista da cidade maravilhosa. E neste ano, além do meu aniversário e o da minha irmã anfitriã Lótus, estaremos festejando também o da Ellen, o da Jade, e o da Agatha Magalhães.  Então amigos, não percam! Vamos festejar! Exòtic Fetish Fest - Happy Birthday - O evento será na próxima Sexta-feira, dia 09 de Janeiro, a partir das 23 horas e de volta na sua antiga casa, Espaço Marun, localizado na Rua do Catete, 124 – Catete – RJ.


Venha se divertir nessa grande festa fetichista, onde teremos um excelente espaço liberado para qualquer prática fetichista: Trample, adoração de pés, Spanking, Torturas de todo o tipo, Poney Boy, Velas, Voyerismo, Shibari, Dog Play, Cross Dresser, Bondage, CBT, Suspensão, uma linda performance burlesca com Alicce RedDesire e muito mais. Muita gente bonita já confirmou presença. 

O Espaço Marun  é novamente a casa escolhida para abrigar essa grande festa, o local é super discreto e seguro. Teremos o DJ Finno tocando a noite som dos anos 80, Eletro Pop, House, Tribal e muito Rock'n'Roll, além de vários filmes BDSM e fetichistas selecionados por mim e pelo experiente VJ Mário Tapete.
Haverá ainda Fetish Shows, variadas performances de BDSM, estande de acessórios, e a sensação do momento – a linda tequileira – que literalmente agita a noite e a cabeça dos convidados em um show de muita ousadia e sensualidade.

Ingressos no local:
Homens 60 Reais (Com nome na lista pagam somente 50 Reais)
Mulheres 40 Reais (com nome na lista pagam somente 20 Reais)
C. D. 40 Reais (a noite toda)

Lista amiga: Existem três o opções para colocar seu nome na lista e arranjar o desconto:
1-     Colocando o nome na página do evento no Facebook
2-     Mandando um SMS com o seu nome para: 21 9 9784 6948
3-     Mandando um e-mail para mim até as 18 horas do dia da festa – quaternado@yahoo.com.br

Dress Code (opcional) : All Black, Fetish, Couro, Latex, Lingerie, Vinil, Style Sexy, Goth e Zentai

Informações: 21 9 9784 6948    
Lótus Produções Fet
* Proibido fotografar
* Sujeito à lotação e alteração sem aviso prévio.
* Classificação etária 18 anos

27.12.14

Fetish Lab hoje - Atualizado e consertado!

O FIM ESTÁ PRÓXIMO! E já que dia 27 é o ultimo sábado de 2014 vamos fechar com chave e algemas de ouro!


Já para ir aquecendo as turbinas para o Réveillon desta vez enlouquecemos feito o Dr Frankenstein e vamos LIBERAR O ESPUMANTE ALL NIGHT!

SIM ISSO MESMO QUE VC OUVIU COBAIA! CHAMPANHE SEM CONTROLE!!!

PLUS se bater aquela vontade de petiscar aproveite os DOCES ALCOÓLICOS que vão desde BRIGADEIROS DE CAIPIRINHA até URSINHOS GUMMY BÊBADOS!

Na pista 2 teremos nossa Masmorra onde você vai pode curtir seus FETICHES à vontade e sem vergonha nenhuma! ( Respeitando sempre os praticantes claro)
Isso tudo comandado pelo som do Mestre das forças ocultas FLAVIO WATSON e da Musa JULLY RAZZO mandando o que há de melhor no GOTH, SYNTH, INDUSTRIAL, EBM, ROCK E HARDROCK!

E se você não vai até o champanhe.... o CHAMPANHE VAI ATÉ VOCÊ! AS LAB GIRLS farão você beber nem que seja na marra! ;)

Então SEGURE SEU FORNINHO, pegue a sua taça e se prepare para sair DES-MAI-A-DA feito a JULIANA e acordar só em 2015! 


Castle Of Vibe - Av. Gomes Freire 840 - Lapa -RJ


PREÇOS
H R$ 60,00 Lista/até 1h Após RS 70,00
M R$ 30,00 Lista/até 1h Após R$ 40,00
R$ 5.500 para quem ousar pedir SIMONE!

1.12.14

Exòtic - X'MAS BALL - de volta ao Marun!



Amigos e amigas fetichistas,

Está chegando à hora de mais uma super edição da: "Exòtik Fetish Fest” na sua última edição do ano e em tema natalino – "X”MAS BALL". O evento será na próxima Sexta-feira, dia 05 de Dezembro, a partir das 23 horas e de volta na sua antiga casa,   Espaço Marun, localizado na Rua do Catete, 124 – Catete – RJ.

Venha se divertir nessa grande festa fetichista, onde teremos um excelente espaço liberado para qualquer prática fetichista: Trample, adoração de pés, Spanking, Torturas de todo o tipo, Poney Boy, Velas, Voyerismo, Shibari, Dog Play, Cross Dresser, Bondage, CBT, Suspensão, uma linda performance burlesca com Alicce RedDesire e muito mais. Muita gente bonita já confirmou presença.
O Espaço Marun  é novamente a casa escolhida para abrigar essa grande festa, o local é super discreto e seguro. Teremos o DJ Finno tocando a noite som dos anos 80, Eletro Pop, House, Tribal e muito Rock'n'Roll, além de vários filmes BDSM e fetichistas selecionados por mim e pelo experiente VJ Mário Tapete.
Haverá ainda Fetish Shows, variadas performances de BDSM, estande de acessórios, e a sensação do momento – a linda tequileira – que literalmente agita a noite e a cabeça dos convidados em um show de muita ousadia e sensualidade.

Ingressos no local:
Homens 60 Reais (Com nome na lista pagam somente 50 Reais)
Mulheres 40 Reais (com nome na lista pagam somente 20 Reais)
C. D. 40 Reais (a noite toda)

Lista amiga: Existem três o opções para colocar seu nome na lista e arranjar o desconto:
1-     Colocando o nome na página do evento no Facebook
2-     Mandando um SMS com o seu nome para: 21 9 9784 6948
3-     Mandando um e-mail para mim até as 18 horas do dia da festa – quaternado@yahoo.com.br

Dress Code (opcional) : All Black, Fetish, Couro, Latex, Lingerie, Vinil, Style Sexy, Goth e Zentai

Informações: 21 9 9784 6948    
Lótus Produções Fet
* Proibido fotografar
* Sujeito à lotação e alteração sem aviso prévio.
* Classificação etária 18 anos

11.11.14

Festa Delírium - Revolution

ATENÇÃO - MUDANÇA DE LOCAL


É mais uma vez com grande prazer que anuncio a nova edição da nossa querida festa Delírium – “Revolution”, chegando em grande estilo pra não deixar ninguém parado na próxima noite de sábado.
A Delírium, que pode se orgulhar de sua longa história, vem mais uma vez trazer ao público fetichista uma noite especial com variadas práticas BDSM e alta qualidade em performances, tendo um amplo espaço liberado para que soltemos nossa imaginação. Muita gente bonita já confirmou presença, não fique de fora! A festa será em um ótimo dia, sábado, dia 15, feriado nacional! Comemore a proclamação da república realizando todos os seus fetiches!
A festa começará mais cedo que as demais, então chegue antes e curta mais tempo! Também será em local novo, então, não se perca! E será no sábado!

Então anote: Dia 15 de Novembro, à partir das 21 horas, na Av Beira Mar 216, Glória – RJ – Exótic Revolution! O local é de fácil acesso e bom para estacionar!

Ingressos no local:
Homem R$ 40,00 - Com nome na lista e chegando até a meia noite (após isso e sem o nome, 60 Reais)

Mulher R$ 20,00 – Com nome na lista e chegando até meia noite (após isso e sem o nome, 40 Reais)




Dress Code no tema da festa ou black.

10.11.14

Exòtic Halloween - Ata



Vai ser uma ata pequenina porque ficamos muito pouco na festa, na verdade nem íamos, pois tínhamos um churrasco na manhã de sábado bem longe de Niterói e seria bem ruim pra acordar. Mas como Camille é muito animada (na maioria das vezes mais do que eu), resolvemos dar um pulo lá pra pelo menos dar um abraço na turma, e se desse tempo fazer alguma play. Íamos de pirata, mas toda festa vou de pirata, já encheu o saco né? Então compramos um chifrinho pisca-pisca e fomos de besta, eu de meio besta. Demoramos paca no ponto de ônibus e chegamos no Bar do Gerson pra fazer o esquenta mais tarde do que o combinado, mas ainda não tinha ninguém por lá. Depois ficamos sabemos que uma turma já havia estado lá e como não viram ninguém mudaram para o “Sinucas da Lapa”. Pedi minha cerveja sem álcool e minha Rainha uma Coca-Cola, pedimos um pão com linguiça e não gostamos, era aquela linguiça de churrasco, só que parecia cozida. O pão e o queijo estavam mais gostosos que a linguiça. Nas outras vezes a gente sempre pedia pão com bife, bem melhor que com linguiça. Depois chegou uma galera pra acompanhar a gente, Rainha Jade estava uma graça de Bruxinha, rostinho pintado com lua e estrela, e um caldeirão preto cheio de bombom dentro, conquistou a simpatia das mesas vizinhas e o flerte do garçom, que toda hora chegava na nossa mesa e brincava que furtava os chocolates, cheio de sorrisos e dentes. Camille estava linda com uma bota de cano altíssimo que chamava a atenção de todos, estávamos com cara mesmo que íamos a um Halloween fetichista.

Chegamos e a casa estava um pouco vazia, pedimos uma Coca-Cola, comi uns bombons da Jade e logo surgiu a Vampira chefe da Noite, a anfitriã Lótus – estava linda e sensual com aquela fantasia - parecia uma atriz de verdade daqueles sexys filmes da Hammer que provocava a imaginação dos nossos pais nas noites fetichistas dos cinemas B nos anos 50, 60 e 70. Sentamos um pouco na salinha lá de fora, e ficamos esperando alguém abrir a noite, e como meu amigo Mário já estava na casa, essa probabilidade era grande, mas quem abriu os trabalhos foi uma Rainha que não sei o nome, que tirou as botas e fez um subfeliz lamber suas solas. Isso ocorreu no primeiro andar (que na verdade é o segundo) bem próximo a escada que leva para aquele mini palco onde o Carlos Natividade se apresenta e onde rolam alguns tramples também. Por falar no Carlos, pude ver ele se arrumando e ensaiando para o Stand Up da noite, ela estava irreconhecível naquela fantasia, vestido de mulher, cheio de enfeites pelo corpo, foi uma pena eu não ter ficado pra ver seu show. Também vi a tequileira chegando, mas sai antes de começar sua performance. Contudo vi a Rainha Lindinha e a Rainha Camille em ótimas plays de adoração - ambos os podos sentaram aos pés das respectivas Rainhas e se deliciaram com suas perfeitas solas, nesse momento estava acontecendo também uma cena bacana de dominação na jaula, Rainha Lótus parecia pisar no rosto de um escravo. Cheguei perto e era mais ou menos isso, ela pressionava o pé calçado do rosto de um escravo, não chegava a por todo o peso, mas parecia torturar seu rosto com vontade, uma linda cena. Rainha Jade nessa hora estava literalmente sentada sobre o Poney, fazendo-o de banquinho, enquanto conversava com outras pessoas. E foi nesse clima que tivemos que deixar a festa, ou seja, no momento que mais bombava. Mas as fotos da exótic vão mostrar muito mais, é só aguardar e ver tudo de bacana que rolou na noite fetichista de Halloween.
Um beijo na Lótus pela ótima festa, e nos perdoa por ter saído tão cedo.
Um abraço a todos pelo carinho de sempre!